31.8.04

Leio o post A minha posição e concordo na forma e conteúdo expressos , sem gritos nem acusações. Qualquer pessoa normal e ponderada ( e mesmo os que o não são , como eu )concordará com o que ali está dito e se estiverem preocupados com a sorte dos inocentes em geral têm muitos no Sudão , no Nepal , no Iraque , em Timor ou em Portugal .

30.8.04

um post faccioso e indelicado


vivó Belééééém !!!! ganhar ao marítimo é a maior alegria do meu ano desportivo , sempre que oiço falar no clube das riscas verdes e vermelhas lembro-me do dia em que o senhor Jardim chamou ao meu clube "Os Mapuatas" . Toma lá 3 mapuatas ...

Músicas


Vi no DN Música de sexta-feira uma referência às Coco Rosie e fiquei curioso . Encontrei um mp3 (legal) de uma das músicas do discos das manas Sierra e Bianca . Good Friday

Mais música ? Pois bem ... "something completely different " são os indizíveis "!!!" a provar que há tradições que não se perdem . Hello ? Is this thing on ? é daquelas músicas que me faz sentir em casa , é música da nossa ( ou não ?)

26.8.04

Ó Irina , tou contigo ...


A festarola de Atenas é própria para tropeções linguísticos ( vamos de seguida assistir aos sem costas dizia um locutor a olhar para a piscina olímpica ) e rebuçados de amor-próprio engolidos à pressa , na ânsia de ver a côr à bandeira e escutar a música dos canhões. Mas quê ? De música nada e os gajos do lado já vão na segunda sessão da sua - confesso que não faço a menor ideia das linhas melódicas em questão - e não ficam por aqui .

Temos de adoptar americanos e australianos ou então rebuscar o DNA luso para encontrar genes melhoráveis , uma aposta séria na engenharia genética , uma espécie de fuga para a frente que nos leve a cumprir os ideais olímpicos que nada têm a ver com o convívio e a participação , pois na verdade o que está em questão é aquilo do Citius -Altius - Fortius , mais rápido , mais alto , mais forte .

Seja como fôr desde que não seja apanhado , pois é disso que se trata .

Este post é dedicado à atleta russa Irina Korzhanenko que não quer devolver a medalha ganha no lançamento do peso .

25.8.04

Ainda vou a tempo de recomendar uma espreitadela ao blog do Jonathan Crowe , cujo tema é "Celebrating last-place finishes at the 2004 Olympic Games in Athens. Because they're there, and you're not."

24.8.04

Mapas


Sempre gostei de mapas . Se forem antigos melhor . Uma das primeiras coisas que me lembro quando penso na escola primária onde andei ( Rua das Pedras Negras em Lisboa ) , é naquela coleção de mapas pendurados num prego ao lado do quadro , os quais se desenrolavam conforme as necessidades e onde eu apontava cidades e rios de Angola , Moçambique , etc ( desejando nessa altura que o futuro não me fizesse lá ir pois então isso era sinónimo de ir "prá guerra" ... ) .
Continuo a gostar de mapas e encontrei uma séria deles neste site . De todos destaco este referente a Colonies, Dependencies and Trade Routes, 1912

20.8.04

Björk - Medúlla









No site há um link para o primeiro vídeo , a música da cerimónia de abertura daqueles jogos que estão a decorrer não sei aonde e dos quais não se pode escrever o nome ...

18.8.04

Está à venda o livro "Sem notícias de Gurb" do Eduardo Mendoza .

Por se tratar de uma dos livros mais cómicos que alguma vez li, e desejando que a tradução não o tenha destruído, recomendo-o vivamente .
Para quem o estiver a ler , e chegando à parte em que o Gurb assume a forma da Marta Sanchez fique sem saber de quem se trata , eu recomendo que leia Marisa Cruz onde está escrito Marta Sanchez ...
Aqui fica uma foto da espanhola Marta

Entre o milésimo visionamento do Chariots of Fire na RTP1 e o início das provas de atletismo marcado para hoje eu tive uma visão que não foi mística , isso é certo , mas nem por isso menos perturbadora .

Nessa minha visão entravam homens cheios de músculos conseguidos sabe-se lá como , vestidos com equipamento especial , desenhado para ultrapassar qualquer maçada que as leis da aerodinâmica possam invocar , com sapatos mais leves que o ar mas resistentes como o aço , os mesmos atletas que vão correr os 100 e 200 e 400 metros nos próximos dias . Mas quando se preparavam para correr levaram-lhes o equipamento todo e entregaram-lhes um novo , igualzinho aquele que usavam os rapazes dos Jogos Olímpicos de 1924 em Paris . Levaram-lhes o piso de tartan e mandaram-nos para uma bem tradicional pista de cinza . Levaram-lhes até os blocos de partida e disseram que podiam fazer umas covas para fixar os pés

Depois deram o tiro de partida e verificaram o resultado em relógios que não mostravam mais que décimos de segundo .

Não consegui ver quem ganhou mas ...

Em 1924 os 100 metros foram ganhos por Harold Abrahams com 10.6
Em 2000 os 100 metros foram ganhos por Maurice Green com 9.87

17.8.04

Realmente ...


Só um gajo muito mal intencionado é que pode pensar que a assessora de imprensa pertence ao gabinete do PGR . Claro que não pertence ... eu acho que mal se conheciam !!!

16.8.04

Eu sou um ateu


Já fui de missas e comunhões , já fui "não praticante" que é como quem diz "acreditava mas não ia à missa". Mas há alguns anos que me mudei para os "sem deus" . Enfim , ando por minha conta e sujeito-me a qualquer condenação eterna que me possam aconselhar , no entanto muito me surpreenderia se algum dos deuses actualmente em vigor tivesse uma fagulha de eternidade .

Mas isso é o menos . O que me chateia mesmo é o modelo de salvação , que faz de todos os seres que não o homem, indignos de sobreviverem ao apocalipse (nas suas várias e terríveis modalidades ) e assim o paraíso futuro será um local de homens e mulheres sem cães ou gatos . Porquê ? Os bichinhos não se salvam ou o Criador vai fazer uns bichos novos para a vossa eternidade ? Respondam-me por favor que isto muito me apoquenta . Mesmo o caminho de Buda está reservado aos homens ( que eu saiba um lagarto não pode atingir a iluminação ) e nalgumas variantes do monoteísmo até há animais que só por si podem condenar um homem à perdição . Para não falar naqueles que até embirram com as mulheres ...


, love will tear us apart , just can't get enough , a forest , teenage kicks , etc , cantados por meninas de voz doce em ritmo de bossa ... Faz lembrar Anna Domino . É música de verão mas com ar de heresia como eu gosto

12.8.04

verão , agosto , praias cheias , chuva , olimpíadas , sardinhas e brôa , mini-saia , protector solar , esplanada , festivais , esperar que passe , irak , bush , santana quê ?

9.8.04

O Rodrigo vai aos Jogos Olímpicos

7000 recomendações - Nellie Mckay


A menina canta e toca piano . Bem , com graça , num registo quase cabaret . Enfim o melhor é os interessados ou curiosos carregarem num dos links que eu aqui deixo .

Ao vivo no Morning Becomes Ecletic ( que por acaso é o melhor programa de rádio que se pode escutar na web ) , podem ver e ouvir ou apenas ouvir

O site dela também tem coisas para ouvir e não só . E há o disco , claro .

6.8.04

E já voltei . Vi o Rodrigo e depois os Divine Comedy . Gostei muito, embora o som não estivesse grande coisa. As crónicas dos concertos virão nos jornais por isso eu passo , mas posso contar que os Divine Comedy pouco antes do concerto do Rodrigo começar estavam atrás do palco a jogar cricket , Neil Hannon incluído .

5.8.04

Vou ali à Zambujeira ver o Rodrigo Leão e já venho ...

Ontem , quando soube que Henri Cartier-Bresson tinha falecido lembrei-me logo de um texto de Jorge Luis Borges que começa com a frase "Ontem morreu o último homem que viu ... "



Un día Cartier-Bresson recibe una llamada telefónica de parte del escritor Jorge Luis Borges, quien deseaba saber si iba a aceptar un premio, al cual Borges quería nominarlo.
El premio era ofrecido por una rica mujer que vivía en Sicilia. Era para todo tipo de artistas. Lo que distinguía este premio de la mayoría de los otros era que el ganador del premio anterior, nominaba, después de dos años, al siguiente. Y ahora Borges quería darselo a Cartier-Bresson. ¿Por qué a mi? preguntó. Porque soy ciego, dijo Borges, y quiero dartelo en reconocimiento a tus ojos.
Cartier-Bresson sintió que no podía rechazar a Borges, así que viajó a Palermo para la ceremonia de premiación. Allí fue hospedado en un viejo hotel de alta reputación. El nombre, o algo parecido, era familiar para él. Finalmente encontró por qué. Era el hotel en el que se habían hospedado sus padres en su luna de miel. Él había nacido nueve meses después. En este mismo hotel, donde fue alojado porque sus ojos habían ganado un premio, él había sido concebido.

este texto está aqui

2.8.04

Tomás ??? Já chegaste a Campinas ?

Voltei de Munique , já cheio de saudades da família , dos amigos , do tejo , do pão ... o costume .
Gostei da cidade que não conhecia , gostei de ter visto que aqueles não são como os outros alemães , são menos louros , mais animados , mais de andar na rua , mais pirosos e são católicos que vendem terços e imagens de santos . Trouxe de lá um disco que já procurava há tempo e agora comprei , Tim Fischer singt Kreisler . Já em tempos aqui escrevi sobre este disco , mas agora que o tenho é diferente . Gosto muito e recomendo .